Photo(gr)amar

Em meio ao cotidiano ruidoso e ostensivo de grandes painéis e cores, imagens em pequenas dimensões convidam ao olhar cuidadoso, próximo, íntimo. Penugem, plumas, sementes, flores, constelações: monocromia de um universo afetivo em diálogo com a natureza. O minimalismo do preto e branco amplia ritmo, movimento e textura, cria uma visualidade tátil. A poética visual de uma narrativa do encontro de dois amantes demonstra a delicadeza de que poucos contemporâneos possuem: a coragem de oferecer a doçura e a beleza. Uma flor no asfalto, luzes na escuridão. Série de 16 fotogramas.

Back to Top